Solidão Na Terceira Idade – Por Emílio Figueira


Por mais que não se perceba, boa parte da nossa vida envolve relacionamentos com outras pessoas. No começo da vida essa ligação está relacionada aos pais, na adolescência em diante tudo gira em torno de amigos e namorados, mas a coisa pode mudar um pouco na velhice, momento que muitos sofrem com a solidão na terceira idade.
Normalmente, é nessa época que perdemos contato com amigos, e muitas vezes perdemos a pessoa mais importante em nossas vidas: nossos maridos e esposas.
Aliás, a terceira idade é marcada por transformações e perdas, essas pessoas perdem seus companheiros, perdem a independência, perdem inclusive o carinho dos filhos.
Esses normalmente não tem tempo ou paciência para cuidar dos pais e os deixam em casas para idosos, o que piora ainda mais o sentimento de solidão na terceira idade.

Solidão na terceira idade

Como dito, esse sentimento piora mais quando esses idosos percebem que foram abandonados pelos filhos e que passarão o resto de suas vidas cercados de pessoas que não conhecem e enfermeiros.
Mas acontece que a solidão na terceira idade acarreta outros problemas, a solidão contribui para o aparecimento de outra doença, a depressão.
E é aí que está o perigo, pois a depressão causa, entre muitos sintomas, a vontade de não viver. E se isso afeta jovens que tem toda a vida para frente, para construir relações, uma família, imagina uma pessoa que já viveu tudo isso e agora não tem mais ninguém.
Perdeu o amor da sua vida, perdeu o contato com amigos, o amor dos filhos. Tudo isso contribui ainda mais para os efeitos da depressão na terceira idade e, consequentemente, levando essas pessoas ao suicídio.
E, assim como acontece nos jovens, muitas pessoas ainda acham que esse isolamento social é frescura ou um momento passageiro, mas não é, por isso é muito importante identificar esses sintomas o mais rápido possível e trabalhar em cima disso.
O assunto é tão sério que vários países, como a Inglaterra, vêm trabalhando em programas para combater a solidão na terceira idade.
Um desses programas é um número de telefone onde essas pessoas podem ligar e conversar com alguém, o que ajuda bastante nesse processo, já que essas pessoas se sentem solitárias justamente por não terem mais ninguém para conversar.
Além disso, nessa idade é importante inserir os idosos em atividades e interações sociais, assim eles não terão tempo de se sentirem solitários. Afinal, ficar sozinho em casa sem fazer nada só contribui para esse sentimento de solidão.
Para entender mais sobre o assunto e poder lidar com isso quando chegar o momento você pode adquirir uma cópia do e-book Psicologia do Envelhecimento Para Leigos, onde você poderá entender mais amplamente o que acontece com o cérebro e com os sentimentos das pessoas nessa idade.
Como dito, é importante identificar esse sentimento de solidão o mais rápido possível e trabalhar em cima dele, assim seus pais ou mesmo avós poderão continuar aproveitando a vida mesmo na terceira idade.

Deixe um Comentário

Olá, ficarei muito feliz se você puder comentar este texto.
Um abração!
Emílio Figueira

Postagem Anterior Próxima Postagem