Introdução à Psicologia e Pessoas com Deficiência

Em sua segunda edição, este livro pode parecer comum às demais obras nesta área; mas o seu diferencial estará na linguagem e abordagem direta e concisa. Não visa fugir dos currículos oficiais das ditas “Psicologias do Excepcional” - oferecidas nos cursos das universidades, mas, uma vez em que estão focadas há mais de quatro décadas praticamente em classificações médicas/técnicas das deficiências -, propondo-se uma estimulação à reflexão e ideias/propostas de intervenções clínicas, sociais e educacionais junto às pessoas com deficiência, visando tirar desses cursos o cunho apenas classificatório, tornando-os funcionais e dinâmicos.

Temos em torno de 47 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência no país. Precisamos gerar psicólogos mais preparados para atendê-las em suas necessidades específicas e, em muitos casos, psicólogos para ser o elo dessa inclusão social, mediadores entre o real e o ideal. Considerando o grande número dessas pessoas, hoje em qualquer lugar que um psicólogo for atuar, deparará com esse público: se for para área organizacional, as empresas devem ter uma cota mínima dessas pessoas contratadas; no setor educacional está sendo discutido, implementado e garantido por força da lei, a inclusão escolar; no setor hospitalar, elas ficam doentes como as demais; na clínica, mesmo se o psicólogo não atender diretamente essas pessoas, atenderá seus parentes.


Escrevi este livro baseado em minhas quase três décadas de pesquisas e convivência. Seu conteúdo julgo ser importante ministrar aos alunos e profissionais de psicologia, variando entre fundamentos teóricos, mas também falando como o psicólogo pode realizar sua intervenção e quais suas possibilidades de trabalho junto às pessoas com deficiência.

Para baixar o arquivo gratuitamente CLIQUE AQUI

Caso queira a edição impressa clique aqui

Deixe um Comentário

Olá, ficarei muito feliz se você puder comentar este texto.
Um abração!
Emílio Figueira

Postagem Anterior Próxima Postagem