Poesias



Os principais livros de poesias de Emílio Figueira. Para baixá-los no formato PDF, basta clicar nas capas.
BOA LEITURA!



Edição comemorativa dos 30 anos de lançamento de seu primeiro livro de poesias




FotoPoetizando traz exatamente o ensaio descompromissado, realizado por eles em setembro de 2018, quando Giselle Bohnen fotografou Emílio Figueira, escritor e poeta, uma pessoa com paralisia cerebral que compromete sua fala e movimentos, mas com mais de três décadas dedicas à luta pela Inclusão Social no Brasil. Dentre sua obra de mais de setenta livros editados, Figueira selecionou suas poesias preferidas para compor o Catálogo.



Digo 25 anos porque as poesias que compõem CURTA FILOSOFIA foram escritas no início dos anos 90. Época em que eu morava em Bauru e frequentava várias oficinas literárias, sendo apresentado à poesia moderna. "Eu escrevia muito e, uma vez por mês, encontrava-me em alguma mesa de bar com o professor de literatura e poeta Luiz Vitor Martinello para analisar, corrigir e discutir minhas criações poéticas. Foram anos de muito aprendizado no campo literário",  confessa Emílio Figueira.




Dando continuidade projeto de disponibilizar gratuitamente parte da obra literária do escritor e poeta Emílio Figueira, CANÇÕES DA GAVETA MUDA reúne quase cem poemas, sonetos e trovas da segunda fase da poesia romântica figueriana. Considerando que há duas décadas o autor não publicava livro de poesias, grande parte dessas composições estavam inéditas. Agora poderão ser conhecidas, lidas e compartilhadas pelo público em geral.




Nova edição reunindo poesias de sua adolescência, A FACE OCULTA foi  lançado em 1990

Deixe um Comentário

Olá, ficarei muito feliz se você puder comentar este texto.
Um abração!
Emílio Figueira